Na minha rua, não havia rampas. Meu marido reclamou no 1746 e agora temos rampas na nossa rua. Será que é assim que funciona?

Em matéria do O Globo ontem, podemos ver como é quase impossível ser deficiente no Rio de Janeiro.

http://oglobo.globo.com/rio/os-cariocas-que-sao-excluidos-pela-cidade-9462333

Essas pessoas são facilmente excluídas da sociedade, e a realidade das escolas não poderia ser diferente. São inúmeras as escolas que alegam não poder receber alunos com deficiência física por não possuírem estrutura para isso.

Dados do censo escolar de 2009 (Brasil), mostram que o índice de acessibilidade na rede pública é de 14,6%; na particular, é de 29,7%. E acessibilidade, nesse contexto, se refere apenas a banheiros e dependências acessíveis – salas, corredores e auditórios – adequados a pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

É preciso mais investimento nessa área. É preciso avaliar quais são as maiores necessidades e desenvolver ações imediatas.

Em São Bernardo do Campo, por exemplo, definiu-se o transporte como uma prioridade da política municipal para garantir a acessibilidade dos estudantes com deficiência às escolas. Isso aconteceu porque, durante uma consulta pública à cidade, que envolveu pessoas com deficiência, familiares, instituições especializadas e escolas, percebeu-se que a qualidade do transporte era essencial para se permitir a acessibilidade dos estudantes. A Secretaria investiu, então, em novos veículos adaptados e no treinamento de motoristas e monitores que acompanham esses alunos, para garantir que o transporte escolar seja parte da educação e contribua para uma relação positiva entre as famílias e as escolas. Agora, esses alunos podem ir para a escola.

http://revistasentidos.uol.com.br/inclusao-social/76/artigo290385-2.asp

A partir desse relato, podemos perceber que uma pequena grande ação pode fazer uma diferença imensa na vida das pessoas.

Olhando o seu entorno, que ações você consideraria como imediatas para proporcionar acessibilidade, de fato? 

E, afinal, o que é acessibilidade para você?

Anúncios